Outros Negócios

Visite também

Busca Avançada

Universitário

Relações Internacionais

RELAÇÕES BRASIL ESTADOS UNIDOS

Formatos Disponíveis Código do Produto Preço sugerido  
LIVRO IMPRESSO
328 páginas
ISBN: 9788502053854 R$ 85,00 Comprar
LIVRO DIGITAL
ISBN: 9788502122086 R$ 55,90 ebook

Os Estados Unidos da América são o maior parceiro comercial do Brasil que, por sua vez, possui um papel central na manutenção da segurança e na mediação de conflitos na América Latina, em conjunto com os norte-americanos. Estes são apenas alguns exemplos da importância de se compreender o relacionamento entre dois dos maiores países do mundo em território, em população e em economia.


Embora já exista uma considerável bibliografia sobre o tema, percebe-se a ausência de uma abordagem objetiva e atualizada das Relações Brasil-EUA.



A presente obra visa preencher tal lacuna. Escrita por especialistas brasileiros e norte-americanos que analisam questões similares de um mesmo tema, fato raro em obras do gênero, o livro divide-se em quatro partes: Relações Brasil-EUA em Perspectiva Histórica; Processos Paralelos de Desenvolvimento e de Interdependência Econômica; Comércio Bilateral e Regional e Negociações Hemisféricas e Multilaterais; Perspectivas Futuras das Relações Bilaterais.

RUBENS ANTÔNIO BARBOSA

Embaixador brasileiro nos Estados Unidos de junho de 1999 a março de 2004. Antes de sua designação para os Estados Unidos, atuou como embaixador brasileiro no Reino Unido, de 1994 a 1999. Ocupou uma variedade de postos no governo e nas relações exteriores: Secretário para Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, Representante brasileiro na Associação de Integração Latino- Americana (Aladi), Subsecretário-Geral para a Integração, Assuntos Econômicos e de Comércio Exterior do Ministério das Relações Exteriores e Coordenador da Seção Brasileira do Mercado Comum do Sul (Mercosul). Tem o grau de Mestre em Economia e Ciência Política pela London School of Economics. É também autor de vários artigos e ensaios e também de três livros, um sobre a integração econômica latino-americana, Panorama visto de Londres, que trata de política exterior e econômica, e The Mercosur Codes, editado pela British of International and Comparative Law.

PAULO ROBERTO DE ALMEIDA

Paulo Roberto de Almeida é doutor em ciências sociais e diplomata de carreira, foi ministro-conselheiro na Embaixada do Brasil em Washington (1999-2003), é autor de diversos livros de história diplomática do Brasil e sobre as relações econômicas internacionais, com destaque para o comércio internacional e a integração regional.

1. Novas relações para um novo século: a parceria Brasil–Estados Unidos
Paulo Roberto de Almeida e Rubens Antônio Barbosa 1
PRIMEIRA PARTE RELAÇÕES BRASIL ESTADOS UNIDOS EM PERSPECTIVA HISTÓRICA
2. As relações do Brasil com os Estados Unidos em perspectiva histórica
Paulo Roberto de Almeida 13
2.1 Introdução 14
2.2 Breve retrospecto histórico 15
2.3 Substituição de hegemonias na era do café 17
2.4 Tio Sam e a americanização do Brasil na era da Guerra Fria 21
2.5 Redemocratização brasileira e acirramento de confl itos comerciais 23
2.6 A era FHC: globalização assimétrica e crises fi nanceiras 29
2.7 As principais questões da agenda diplomática Brasil–Estados Unidos 33
2.8 Conclusões: a presidência Lula e a busca de uma relação madura 39
3. Variações do nacionalismo: meio século de relações brasileiro-americanas
Lincoln Gordon 41
3.1 Retrospecto histórico 42
3.2 Nacionalismo positivo e nacionalismo negativo 46
3.3 Crescimento acelerado, instabilidade, golpe de estado
e supercrescimento acelerado 48
3.4 Nacionalismo romântico 53
3.5 Rumo a um relacionamento mais estável e durável
parceria sem hegemonia 56
3.6 Uma parceria madura 57
Comentários: Thomas E. Skidmore 62
Comentários: Eduardo Viola 64
SEGUNDA PARTE PROCESSOS PARALELOS DE DESENVOLVIMENTO E DE INTERDEPENDÊNCIA ECONÔMICA
4. Etapas iniciais do desenvolvimento e da interdependência econômica
John DeWitt 79
XXII Relações Brasil Estados Unidos: assimetrias e convergências
4.1 Introdução 80
4.2 Ventos, correntes e comércio 82
4.2.1 Rota dos pesqueiros 84
4.2.2 Rota do Caribe 84
4.2.3 Rota do Brasil 84
4.2.4 Sistemas de trocas e comércio do Atlântico 85
4.3 Duas novas civilizações mundiais 86
4.3.1 A civilização da América de plantation 87
4.3.2 A civilização marítima e de fazendas familiares 91
4.3.2.1 Pesca 92
4.3.2.2 Caça à baleia 93
4.3.2.3 Construção de navios 95
4.3.2.4 “Invisíveis” 97
4.3.2.5 Trocas e comércio 97
4.3.2.6 Agricultura em fazendas familiares 100
4.4 O ano de 1808 e as relações com a Grã-Bretanha 101
4.4.1 Estados Unidos: desastre marítimo ativa a revolução
industrial 101
4.4.2 Brasil: da frigideira do mercantilismo para o fogo
do livre-comércio 104
4.5 Transformações no decorrer do século XIX 105
4.5.1 Sistemas de distribuição de terras 107
4.5.2 Estados Unidos: fazendas para famílias de fazendeiros 108
4.5.3 Brasil: fazendas para grandes proprietários 109
4.5.4 A produção de café no planalto de São Paulo 111
4.5.5 Difi culdades dos pobres do meio rural da América
de plantation 111
4.6 Enfrentando o século XX 113
4.7 Interações econômicas e diplomáticas 115
4.8 Conclusões 118
5. Uma perspectiva macroeconômica do crescimento brasileiro: comparações
internacionais
Eliana Cardoso 122
5.1 Introdução 123
5.2 Comparações internacionais 123
5.3 Modelos e hipóteses sobre as raízes da diferença entre o
desenvolvimento no Brasil e nos Estados Unidos 126
5.4 O século XX e a macroeconomia 132
5.5 O Brasil e a macroeconomia 136
5.6 Referências 146
Comentários: Joseph Love 150
TERCEIRA PARTE  COMÉRCIO BILATERAL E REGIONAL E NEGOCIAÇÕES HEMISFÉRICAS E MULTILATERAIS
6. As relações econômicas Brasil Estados Unidos e as negociações comerciais
Rubens Antônio Barbosa 155
6.1 As relações econômico-comerciais em perspectiva histórica 156
6.2 Brasil e Estados Unidos no sistema multilateral de comércio: de Punta
del Este a Doha 159
6.3 Experiências diferenciadas de regionalização: Nafta e Mercosul 162
6.4 Brasil e Estados Unidos nas negociações hemisféricas e multilaterais:
visão brasileira 165
6.5 Impasses e difi culdades das negociações comerciais a partir
de 2003 173
7. As relações comerciais entre os Estados Unidos e o Brasil em uma nova era
Jeffrey J. Schott 181
7.1 Comércio e investimento 184
7.2 Atritos do comércio bilateral 191
7.3 Encurtando as distâncias 203
7.4 Conclusão 210
7.5 Referências 211
Comentários: Marcelo de Paiva Abreu 214
Comentários: Paolo Giordano 216
QUARTA PARTE PERSPECTIVAS FUTURAS DAS RELAÇÕES BILATERAIS
8. Perspectivas do Brasil como modelador das relações bilaterais com os
Estados Unidos
Thomaz Guedes da Costa 221
8.1 Introdução 222
8.2 O foco atual: de novo o “pragmatismo responsável”? 224
8.3 Negociações comerciais: luzes ofuscantes e nuvens escuras? 228
XXIV Relações Brasil Estados Unidos: assimetrias e convergências
8.4 Problemas de segurança internacional 230
8.4.1 As Nações Unidas e o multilateralismo 232
8.4.2 A região das três fronteiras 233
8.4.3 Colômbia 233
8.5 Nenhuma relação exclusiva entrelaçar-se a outros 235
8.5.1 América do Sul 237
8.5.2 Reforçando outras parcerias estratégicas 238
8.6 Conclusão: o Brasil como modelador 240
9. As relações Brasil Estados Unidos: a parceria indefi nida
Peter Hakim 243
9.1 A indefi nível importância das relações bilaterais 244
9.2 Os anos Fernando Henrique Cardoso (1995–2002) 246
9.3 Lula assume (2003  ) 251
9.4 Olhando para o futuro 256
APÊNDICES
1. Cronologia das relações Brasil Estados Unidos no contexto regional
e mundial, 1994 2003 261
2. Atos bilaterais e mecanismos de consulta entre os dois países 272
3. Relação dos embaixadores brasileiros e americanos 286
4. Bibliografi a seletiva 292

www.editorasaraiva.com.br

© Saraiva S/A - Livreiros Editores

Voltar ao topo
Imprimir selecionados