Visite também

Busca Avançada

Infantil e Juvenil

Literatura Infantil

GUIA PRÁTICO PARA FAZER AS COISAS

Autor
CLÁUDIO THEBAS

1ª Edição (2001)

  • Livro recomendado para Ensino Fundamental / 2º - 5º Ano
Formatos Disponíveis Código do Produto Preço sugerido  
LIVRO IMPRESSO
60 páginas
ISBN: 9788572082877 R$ 37,00 Comprar

A ideia apareceu assim, TÓIM, na cabeça de Luís Felipe, de tanto que ele fica prestando atenção nas coisas: por que não escrever um Guia prático para fazer as coisas? Afinal, com 9 anos (que poderiam ser mais, se tivesse nascido antes...), o menino já tem um bom conhecimento da vida.
Neste livro, ele vai ensinar como descer as escadas de jeito legal ou jeito chato; como infernizar a vida da irmã; como a Mãespion pode destruir Tóquio; como os pais se comportam durante as compras no supermercado... e muitas outras sabedorias derivadas das experiências do escritor Luís Felipe, um garoto muito engraçado que escreve sobre tudo , até sobre o que não existe...

Assunto/tema: situações do cotidiano na visão de um garoto de 9 anos.

Temas secundários: a leitura que as crianças fazem de situações cotidianas da família; os diferentes pontos de vista dos membros da família sobre situações de seu cotidiano; a relação irmão (irmã) criança- irmã (irmão) adolescente; formas criativas e originais de lidar com os problemas do cotidiano; diário e manuais (guia) de instrução.

CLÁUDIO THEBAS

Cláudio Thebas é músico, escritor e palhaço. Em 1998, foi indicado para o prêmio Coca-Cola Teatro Jovem de melhor ator pelo espetáculo de sua autoria "Amigos do peito". Como músico, compôs a trilha sonora para o espetáculo "A Bruxa Zelda e os oitenta docinhos", de Eva Furnari, e recebeu o prêmio Coca-Cola Teatro Jovem de melhor música de 1998 pelas composições do espetáculo "Amigos do peito". Em 2005, esse espetáculo foi adaptado em Lisboa, Portugal. Todo esse sucesso o fez produzir o CD "Amigos do Peito", que conta com a interpretação de vários músicos da MPB, como Péri e Zeca Baleiro. Como escritor, tem vários livros infantojuvenis publicados. "Existem duas literaturas: a feita para `todo mundo´, e aí estão incluídas as crianças, e a para adultos, com uma linguagem que a criança não conseguiria entender. Eu acho que o livro infantil é pra todo mundo, também para os pais. Agora, é claro que tem o cuidado com a linguagem, para que a criança curta. Sempre tentar pensar ao máximo em viver a emoção como eles, se colocar no lugar deles. (...) Eu não vou ficar passando lição de moral para uma criança. Acho que a criança tem que discutir em sala de aula o que é exposto no livro", conta Cláudio.

Obras relacionadas

www.editorasaraiva.com.br

© Saraiva S/A - Livreiros Editores

Voltar ao topo
Imprimir selecionados